Justiça

Chefe de MP no Rio recebe pedidos para afastar promotora que fez campanha para Bolsonaro

Nas redes sociais, Carmen Eliza Bastos de Carvalho comemorou a posse de Bolsonaro e apareceu em fotos da época da campanha eleitoral usando uma camisa com o rosto do então candidato

[Chefe de MP no Rio recebe pedidos para afastar promotora que fez campanha para Bolsonaro]
Foto : Reprodução / Instagram

Por Juliana Almirante no dia 01 de Novembro de 2019 ⋅ 07:47

O procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, recebeu solicitações para afastar a promotora Carmen Eliza Bastos de Carvalho de qualquer investigação que eventualmente envolva o presidente da República, Jait Bolsonaro, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da Folha. 

Nas redes sociais, Carmen comemorou a posse de Bolsonaro e apareceu em fotos da época da campanha eleitoral usando uma camisa com o rosto do então candidato. 

Investigação

Em coletiva realizada anteontem (30), o Ministério Público revelou que seria falso o depoimento do porteiro que associou o nome do presidente ao de um dos suspeitos de ter participado da morte de Marielle. Foi a primeira vez que Carmem Eliza Bastos participou de um pronunciamento à imprensa sobre o caso.

Em ocasiões anteriores, a responsabilidade de dar explicações aos jornalistas sobre o rumo das investigações foi das promotoras Simone Sibilio, coordenadora do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e Letícia Petriz.

Notícias relacionadas