Justiça

Ministro do STJ concede prisão domiciliar ao doleiro Dario Messer por causa do coronavírus

Segundo os advogados, Messer tem mais de 60 anos e “problemas de saúde que necessitam de acompanhamento médico constante”

[Ministro do STJ concede prisão domiciliar ao doleiro Dario Messer por causa do coronavírus]
Foto : Reprodução / TV Brasil

Por João Brandão no dia 07 de Abril de 2020 ⋅ 15:40

O ministro Reynaldo Soares da Fonseca, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu hoje (7) prisão domiciliar ao doleiro Dario Messer, preso na Operação Patrón, da Polícia Federal, no ano passado, por causa da pandemia do coronavírus. Após deixar a prisão, no Rio de Janeiro, o doleiro deverá ser monitorado por tornozeleira eletrônica.

Segundo os advogados, Messer tem mais de 60 anos e “problemas de saúde que necessitam de acompanhamento médico constante”.

Na Operação Patrón, um desdobramento da Operação Lava Jato, são investigados os crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, em um suposto esquema envolvendo o doleiro Dario Messer, preso no Brasil.

Notícias relacionadas