Mundo

Argentina entra em greve geral de 24 horas contrapolítica fiscal de Macri

Macri decidiu congelar os preços de produtos e serviços básicos à população

[Argentina entra em greve geral de 24 horas contrapolítica fiscal de Macri]
Foto :Juan Mabromata / AFP

Por Kamille Martinho no dia 29 de Maio de 2019 ⋅ 20:00

Começou hoje (29) na Argentina a quinta greve geral de 24 horas contra as políticas do presidente argentino, Mauricio Macri. A mídia local afirma que os protesto ganharam força porque diversos setores aderiram, como os de transporte, ferroviário e professores.

Com o intuito de garantir o sucesso da greve, vários piquetes de sindicatos e de partidos de esquerda bloqueavam o trânsito de veículos em alguns acessos à Buenos Aires.

Em um contexto de inflação, desemprego e aumento da pobreza, o governo Macri decidiu congelar os preços de produtos e serviços básicos à população, o que foi mal visto pelos cidadãos e que gerou os protestos desta quarta.

Notícias relacionadas