Mundo

'Queriam se livrar do meu marido e armaram esse processo', diz esposa de Ghosn

O executivo brasileiro Carlos Ghosn é acusado pelos promotores japoneses por quatro crimes de "má conduta financeira"

['Queriam se livrar do meu marido e armaram esse processo', diz esposa de Ghosn]
Foto : Reprodução/Tv Globo

Por Kamille Martinho no dia 24 de Junho de 2019 ⋅ 11:20

O executivo brasileiro Carlos Ghosn, que dirigia duas grandes empresas automobilísticas: a Renault e a Nissan, é acusado pelos promotores japoneses por quatro crimes de "má conduta financeira". Ele teria desviado fundos da Nissan em benefício próprio.

Ghosn ficou num presídio em que estão condenados à morte. Em entrevista ao Fantástico, a esposa dele, Carole, reforça a declaração que Ghosn deu em abril afirmando que executivos da empresa armaram contra ele: "Meu marido planejava a fusão da Nissan com a Renault e os japoneses não queriam isso. Queriam se livrar do meu marido e armaram esse processo. É tudo política, poder e dinheiro".

No momento, o executivo está vivendo em Tóquio, numa casa alugada onde é constantemente monitorado.

Notícias relacionadas

[Mais de 821 milhões de pessoas no mundo passaram fome em 2018]
Mundo

Mais de 821 milhões de pessoas no mundo passaram fome em 2018

Por Alexandre Galvão no dia 16 de Julho de 2019 ⋅ 13:58 em Mundo

Conforme o documento Estado da Insegurança Alimentar e Nutricional no Mundo, desde 2015, a taxa de prevalência de desnutrição em todo mundo parou de cair e manteve-se em...