Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mundo

Morales afirma que tentativa de golpe está em marcha e declara estado de emergência

País é palco de intensos confrontos desde que foi divulgada a apuração provisória

[Morales afirma que tentativa de golpe está em marcha e declara estado de emergência]
Foto : ABI

Por Juliana Almirante no dia 24 de Outubro de 2019 ⋅ 13:40

O presidente da Bolívia, Evo Morales, considerou ontem (23) que as acusações de “fraude” contra os resultados eleitorais preliminares, após o pleito do último domingo (20), constituem uma tentativa de “golpe de Estado” e declarou estado de emergência.

De acordo com informações da RTP, o país é palco de intensos confrontos desde que foi divulgada a apuração provisória, que indica vitória de Morales no primeiro turno.

Três dias depois de as urnas terem sido encerradas, o presidente boliviano declarou que está o golpe de Estado que está "em marcha” é comandado por parte dos seus adversários políticos.

O presidente Evo Morales disputa a recondução ao quarto mandato, tendo como principal opositor Carlos Mesa. Para vencer no primeiro turno, o candidato deve ter mais de 40% os votos, com diferença de mais de 10% do segundo colocado.

A contagem dos votos foi suspensa após ser divulgado que Morales ganharia por uma pequena margem. Opositores do presidente promoveram atos contra sedes do Órgão Eleitoral Plurinacional (OEP). Devido às manifestações violentas, as atividades nos tribunais regionais em seis estados bolivianos foram suspensas. 

Notícias relacionadas