Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mundo

Piñera condena violência policial em protestos pela primeira vez

Presidente do Chile afirmou que "não haverá impunidade"

[Piñera condena violência policial em protestos pela primeira vez]
Foto : Antofagasta Minerals/Flickr

Por Catarina Lopes no dia 18 de Novembro de 2019 ⋅ 21:00

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, se posicionou contra os abusos cometidos pelas forças policiais durante manifestações no país pela primeira vez ontem (17), após um mês de confrontos. Piñera afirmou que "não haverá impunidade, nem para aqueles que cometeram atos de violência excecional, nem para aqueles que cometeram abusos".

"Infelizmente, e apesar de todas as precauções que tomamos para proteger os direitos humanos de todos, em alguns casos os protocolos não foram respeitados. Houve uso excessivo da força, cometeram-se abusos e os direitos de todos não foram respeitados", assumiu o presidente. Desde 18 de outubro, a crise no Chile deixou pelo menos 23 mortos e mais de 2 mil feridos, sendo 200 deles pessoas com lesões oculares graves.

Notícias relacionadas