Mundo

COP 25 adia encerramento para tentar chegar a acordo

Falta de consenso entre representantes de países causa indignação entre ativistas

[COP 25 adia encerramento para tentar chegar a acordo]
Foto : Reprodução/Twitter

Por Catarina Lopes no dia 15 de Dezembro de 2019 ⋅ 09:00

O prazo para terminar a Conferência do Clima em Madri foi alterado sete vezes desde a tarde de sexta-feira (13), quando era previsto que o encontro se encerrasse, devido ao claro impasse entre os representantes dos países. Neste tipo de encontro, é normal que o documento final só seja levado a plenário quando um acordo parece certo.

Representantes da sociedade civil se reuniram a poucos metros dos negociadores dos países, indignados com o impasse a respeito de algo discutido há quatro anos. No ritmo que as emissões aumentam, a temperatura da Terra pode subir 3,2 graus, o suficiente para causar desastres irreparáveis. Para comparação, na última Era do Gelo, a temperatura da Terra era apenas 4 a 7 graus Celsius mais baixa que hoje, segundo o NASA Earth Observatory.

O Observatório do Clima, rede que reúne 47 organizações não governamentais, apontou em relatório que a postura construída pelo Brasil nas últimas décadas está ameaçada. “A nossa imagem vai se deteriorando. E, para aqueles países que estão estabelecendo acordos comerciais com o Brasil, eles correm o risco - já estão entendendo que há um risco - de eles estarem se associando a uma agenda de destruição, a uma agenda de desrespeito de povos indígenas, uma agenda que vai completamente contra os esforços que a gente vê aqui nesta conferência”, apontou Carlos Rittl, secretário-executivo da Rede. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que está na COP, não quis comentar este relatório.

Notícias relacionadas