Mundo

Após ser processado por universidades, governo Trump desiste de deportar estudantes estrangeiros

"As partes chegaram a uma solução. O governo concordou em anular a decisão", informou a juíza federal Allison Burroughs

[Após ser processado por universidades, governo Trump desiste de deportar estudantes estrangeiros ]
Foto : Anik Rahman/NurPhoto via Getty Images

Por Luciana Freire no dia 14 de Julho de 2020 ⋅ 19:53

O governo dos Estados Unidos concordou hoje (14), em cancelar a suspensão de vistos para estudantes estrangeiros matriculados em universidades americanas que oferecem todos os seus estudos online. Decisão ocorre após uma ação judicial de 17 Estados, do Distrito de Columbia e de várias instituições de ensino superior. A informação foi divulgada pelo jornal Estado de S.Paulo.

Em uma audiência em Boston, no Estado de Massachusetts, onde a ação judicial apresentada pela Universidade de Harvard e pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) seria discutida, a juíza federal Allison Burroughs emitiu parecer favorável ao acordo entre o governo federal e instituições acadêmicas.

Ao ser acionado, o governo desistiu de retirar os vistos para esses estudantes universitários estrangeiros, como havia anunciado que faria. "As partes chegaram a uma solução. O governo concordou em anular a decisão", informou a juíza.

A resolução do caso significa que a Imigração e Alfândega dos EUA (ICE) voltará às diretrizes de março, que permitem aos estudantes estrangeiros permanecerem no país mesmo que sua universidade opte por ministrar as disciplinas exclusivamente online durante a pandemia de coronavírus.

 

Leia mais:

EUA ameaçam deportar estudantes que tiverem apenas aulas online
 

 

Notícias relacionadas