Mundo

Rei emérito da Espanha, Juan Carlos I deixará o país em meio a suspeitas de corrupção

Em carta divulgada pela Casa Real, o rei emérito justificou sua saída por conta da "repercussão pública" de "acontecimentos passados"

[Rei emérito da Espanha, Juan Carlos I deixará o país em meio a suspeitas de corrupção ]
Foto : Roberto Stuckert Filho / Fotos Públicas

Por Luciana Freire no dia 03 de Agosto de 2020 ⋅ 20:00

O rei emérito da Espanha, Juan Carlos I, anunciou hoje (3) em uma carta ao filho Felipe VI sua decisão de "se mudar" para fora do país. Ele é alvo de uma investigação do Supremo Tribunal espanhol por suspeita de corrupção e desvio de dinheiro no exterior.

Em carta divulgada pela Casa Real, o rei emérito justificou sua saída por conta da "repercussão pública" de "acontecimentos passados" em sua vida privada. Ele disse ainda que a decisão facilitaria o exercício das funções do atual monarca.

"Majestade, querido Felipe: com a mesma vontade de servir a Espanha que inspirou meu reinado e diante da repercussão pública que certos eventos passados em minha vida privada estão gerando, desejo manifestar-lhe minha mais absoluta disponibilidade para contribuir e facilitar o exercício de suas funções, com a tranquilidade e sossego que requerem sua alta responsabilidade", escreveu Juan Carlos I.

O rei Felipe VI aceitou e agradeceu sua decisão.

Notícias relacionadas

[Morre fundador do Banco Real, Aloysio Faria aos 99 anos]
Mundo

Morre fundador do Banco Real, Aloysio Faria aos 99 anos

Por João Brandão no dia 15 de Setembro de 2020 ⋅ 17:00 em Mundo

Aloysio Faria também liderava o Conglomerado Alfa, que conta com empresas como a C&C Casa e Construção, a Rede Transamérica de Hotéis, a Águas Prata, Sorvetes La Basque,...