Mundo

Primeiro-ministro do Líbano decide renunciar em meio à crise política

Explosão no porto de Beirute matou pelo menos 160 pessoas, deixou seis mil feridos e destruiu boa parte da capital libanesa

[Primeiro-ministro do Líbano decide renunciar em meio à crise política]
Foto : Dar Al Mussawir/ONU

Por Metro1 no dia 10 de Agosto de 2020 ⋅ 12:20

O Primeiro-Ministro e todos os membros do governo do Líbano renunciaram aos seus cargos, agora há pouco. A informação foi divulgada pela agência de notícias AFP. O país enfrenta uma onda de protestos populares após a explosão no porto de Beirute, que matou pelo menos 160 pessoas, deixou seis mil feridos e destruiu boa parte da capital libanesa. Os ministros da Justiça, da Informação e do Meio Ambiente já haviam deixado seus postos.

No sábado (8), Diab anunciou que irá propor eleições parlamentares no país abalado pelas explosões provocadas por um incêndio no armazém onde 2.750 toneladas de nitrato de amônio estavam armazenadas há seis anos sem “medidas de prevenção”, segundo admitiu o próprio primeiro-ministro. 

Notícias relacionadas