Sexta-feira, 18 de junho de 2021

Polícia

Polícia Civil ganha reforço 'fofinho' para detectar explosivos

Cadela Cocker spaniel inglês, Alfa, está sendo treinada na COE para farejar explosivos

Polícia Civil ganha reforço 'fofinho' para detectar explosivos

Foto: Haeckel Dias

Por: METRO 1 no dia 14 de maio de 2021 às 17:24

A cadela Cocker spaniel inglês, Alfa, está em fase de aprendizado para o trabalho de detecção de explosivos. O adestramento é realizado no canil da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil, próximo ao aeroporto de Salvador.

Alfa tem apenas nove meses de nascimento e já identifica odores e apresenta a indicação do local dos materiais. “Quando a filhote estiver semi-adulta, estará pronta para atuar. Por enquanto ela vai para as ações como estagiária”, contou o coordenador do Canil da Coe, investigador Luís Bastos. Dentro de oito meses a cadela já será considerada semi-adulta e poderá atuar em operações.

Alfa ganhou esse nome por ter sido a primeira a nascer. “Ela vai atuar com o grupo anti-bombas, participar de varreduras em grandes eventos e visitas presidenciais. As principais características dela são de caça, uma cadela estável de comportamento e segura nos ambientes”, explicou o investigador.

Ainda segundo Bastos, a sua estagiária Alfa tem um faro extremamente apurado. “Ela é precoce, para a pouca idade e já tem uma maneira de farejar detalhista. Nesta sexta-feira (14), ela já iniciou no painel de odor, vistoria em veículos e salas fechadas, ela trabalha já com guia e solta”, relatou.

O Canil da Coe conta, atualmente, com 13 cães para detecção de drogas, explosivos e cães para localização de pessoas. Os treinamentos com os cães acontecem constantemente.

Confira vídeo do treinamento de Alfa:

 

Polícia Civil ganha reforço 'fofinho' para detectar explosivos - Metro 1