Polícia

Governo assina acordo de leniência com construtora Andrade Gutierrez

A empresa vai ter que devolver aos cofres públicos R$ 1,49 bilhão

[Governo assina acordo de leniência com construtora Andrade Gutierrez]
Foto : Reprodução/YouTube

Por Marina Hortélio no dia 18 de Dezembro de 2018 ⋅ 19:00

Após dois anos de negociação, a construtora Andrade Gutierrez fechou um acordo de leniência com o governo federal, informaram hoje (18) a AGU (Advocacia-Geral da União) e o CGU (Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União).

De acordo com os órgãos, a empresa vai ter que devolver aos cofres públicos R$ 1,49 bilhão, em até 16 anos.

Do total, R$ 875 milhões são referentes ao lucro obtido indevidamente pela empresa; outros R$ 328 milhões fazem referência à arrecadação de propina; e há ainda uma multa R$ 286.

Com o acordo, a empreiteira vai poder ser contratada pelo poder público. Já que o ressarcimento vai ser pago em até 16 anos, a estimativa é de que R$ 3,6 bilhões retornem aos cofres públicos, devido à correção pela taxa Selic.

A primeira parcela do novo acordo vai ser paga em agosto de 2019. Como os depósitos já realizados em 2016, 2017 e 2018 entram no número de parcelas, a Andrade Gutierrez vai ter 13 anos para pagar o montante.

Notícias relacionadas