Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Cobrado por parlamentares europeus, Mourão diz que governo não quer controlar ONGs

Documento apresentado no Conselho Nacional da Amazônia apresenta, em trecho, objetivo de permitir atuação apenas das ONGs que atendam aos 'interesses nacionais'

[Cobrado por parlamentares europeus, Mourão diz que governo não quer controlar ONGs]
Foto : Ascom Ideflor-Bio

Por Luciana Freire no dia 27 de Novembro de 2020 ⋅ 19:00

O vice-presidente Hamilton Mourão respondeu, hoje (27), uma carta que recebeu de deputados do Parlamento Europeu, que criticaram a proposta do governo de controlar a atuação de organizações não-governamentais (ONGs) que atuam na Amazônia.

Mourão respondeu aos parlamentares que a ideia foi tirada de contexto e que a preocupação é "infundada". No entanto, o vice-presidente admitiu que o governo tem intenção de alterar a "estrutura institucional" do trabalho na região.

"A proposta de controlar ONGs não corresponde ao nosso pensamento nem às atividades do Conselho da Amazônia", escreveu o vice-presidente,segundo texto divulgado por sua assessoria de imprensa.

Leia mais:

Governo quer marco legal para controlar ONGs na Amazônia

Notícias relacionadas