Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Lewandowski autoriza investigação sobre conduta de Pazuello em crise sanitária no Amazonas

Ministro da Saúde deverá depor à Polícia Federal, em data a ser definida

[Lewandowski autoriza investigação sobre conduta de Pazuello em crise sanitária no Amazonas]
Foto : Isac Nóbrega/PR

Por Juliana Rodrigues no dia 26 de Janeiro de 2021 ⋅ 09:30

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski autorizou ontem (25) a abertura de um inquérito para apurar a conduta do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na crise de saúde do Amazonas, causada pela superlotação dos leitos hospitalares e pelo colapso no fornecimento de oxigênio. O pedido havia sido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Pazuello passa a ser formalmente investigado no Supremo por suposta omissão. O primeiro passo da apuração é o depoimento do ministro à Polícia Federal, ainda sem data marcada.

Pazuello terá que apresentar informações sobre as ações efetivamente adotadas em relação ao estado da saúde pública de Manaus. As investigações da PGR terão um prazo inicial de 60 dias, segundo a decisão de Lewandowski.

O ministro do STF ainda definiu que o depoimento de Pazuello deve ocorrer em até cinco dias após a intimação, e que, considerando a fase embrionária das investigações, Pazuello terá a prerrogativa de marcar o dia, o horário e o local para ser ouvido pela Polícia Federal.

Notícias relacionadas