Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Presidente da CPI das Fake News recebeu R$ 40 milhões de verba extra do governo, diz jornal

Planilha informal do governo registra repasse de R$ 3 bilhões a 285 parlamentares às vésperas das eleições do legislativo; senador Angelo Coronel afirma que não há relação entre quantia e eleições do Congresso

[Presidente da CPI das Fake News recebeu R$ 40 milhões de verba extra do governo, diz jornal]
Foto : Roque de S·/AgÍncia Senado

Por Danielle Campos no dia 30 de Janeiro de 2021 ⋅ 14:00

O senador Angelo Coronel (PSD), que preside a CPI das Fake News, recebeu um aval do Palácio do Planalto para direcionar R$ 40 milhões de recursos extras do orçamento a obras em seu reduto eleitoral, conforme publicado pelo jornal Estadão hoje (30). O veículo teve acesso à planilha informal do governo, que registra um repasse de R$ 3 bilhões a 285 parlamentares às vésperas das eleições do legislativo.

Ainda de acordo com a publicação, Coronel se define como independente no Congresso, mas ele e o partido do qual faz parte, o PSD, apoiam os dois candidatos defendidos pelo presidente Jair Bolsonaro, Arthur Lira (Progressistas-AL) que disputa o comando da Câmara e a Rodrigo Pacheco (DEM-MG) do Senado. Além disso, a maior quantidade de verba disponibilizada pelo governo foi destinada ao PSD: R$ 600 milhões, que representa 20% dos R$ 3 bilhões.

O senador afirmou que não há relação entre o direcionamento de recursos e as eleições do Congresso. “É minha obrigação, como parlamentar, correr atrás de obras para o meu estado. É normal, mas em nenhum momento foi em troca de votação”, disse. Segundo ele, a verba já tinha sido prometida desde 2019.

Notícias relacionadas