Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Presidente da Câmara tentou fazer acordo com STF para revogar prisão de Daniel Silveira

Integrantes da Casa temem que prisão de deputado bolsonarista se volte contra eles

[Presidente da Câmara tentou fazer acordo com STF para revogar prisão de Daniel Silveira]
Foto : Gustavo Lima/Agência Câmara

Por Adele Robichez no dia 18 de Fevereiro de 2021 ⋅ 07:24

Após os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidirem, por unanimidade, na tarde de ontem (17), manter a prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ), a Câmara passou o dia buscando derrubar a medida. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

O presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL) tentava fazer um acordo com os partidos e integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) para revogar a detenção e apenas suspender ou cassar o mandato do deputado. Ele chegou a ligar para dois ministros do STF. De acordo com a reportagem, relatos contam que seus aliados temem que a validação da prisão crie um precedente que possa se virar contra eles no futuro, apesar de não desejarem confrontar o Supremo.

Já integrantes do tribunal, que chancelaram a medida por 11 a 0 ontem (17), veriam o livramento de Silveira como uma afronta ao Parlamento.

A audiência de custódia do político bolsonarista acontece hoje (18).

A ordem de prisão foi proferida na noite da última terça-feira (16) pelo ministro do STF Alexandre de Moraes, após o parlamentar divulgar um vídeo com discurso de ódio contra os integrantes da Corte.

Notícias relacionadas