Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Política

Ministro da CGU ofende senadora e passa a ser investigado pela CPI da Covid

Rosário fez a declaração após Tebet criticar a postura do ministro em relação ao presidente Jair Bolsonaro e ao processo de aquisição pelo governo federal da vacina Covaxin

Ministro da CGU ofende senadora e passa a ser investigado pela CPI da Covid

Foto: Pedro França/Agência Senado

Por: Luciana Freire no dia 21 de setembro de 2021 às 16:59

O ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, chamou a senadora Simone Tebet (MDB-MS) de "descontrolada" durante reunião da CPI da Covid nesta terça (21).

A fala de Rosário gerou tumulto entre os senadores e o ministro deixou a sessão. Logo depois, a pedido do presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), o relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), converteu a condição do ministro de testemunha para investigado

Rosário fez a declaração após Tebet criticar a postura do ministro em relação ao presidente Jair Bolsonaro e ao processo de aquisição pelo governo federal da vacina Covaxin. Tebet afirmou ainda que foram usados documentos falsos no contrato para a aquisição da vacina, que não foram detectados pela CGU. Rosário, então, rebateu, e disse que a senadora deveria ler o processo novamente.

"Bem, senadora, com todo o respeito à senhora, eu recomendo que a senhora lesse tudo de novo porque a senhora afalou uma série de inverdades aqui", disse o ministro. Tebet respondeu: “Não faça isso. O senhor pode dizer que eu falei inverdades, mas não me peça para fazer algo porque eu sou senadora da República."

"A senhora me chamou de engavetador, me chamou do que quis", disse o ministro. "Me chama de menino mimado, eu não lhe agredi, a senhora está totalmente descontrolada, me atacando", completou.

Ministro da CGU ofende senadora e passa a ser investigado pela CPI da Covid - Metro 1