Terça-feira, 26 de outubro de 2021

Política

Documentos apreendidos pela PF indicam que compra da vacina Covaxin não tinha garantia

Na sexta-feira passada, a pedido da CPI da Covid, a Polícia Federal apreendeu documentos na sede da Precisa

Documentos apreendidos pela PF indicam que compra da vacina Covaxin não tinha garantia

Foto: Divulgação

Por: Luciana Freire no dia 25 de setembro de 2021 às 14:30

Documentos apreendidos na sede da Precisa Medicamentos pela Polícia Federal mostram que o Ministério da Saúde fechou contrato para comprar a vacina Covaxin sem que a empresa tivesse nenhuma garantia do laboratório fabricante.

A Precisa Medicamentos nunca apresentou o contrato com o laboratório indiano Bharat Biotech que produz a vacina Covaxin, um documento fundamental para o governo brasileiro ter segurança jurídica de que, ao negociar a compra com a Precisa, a Bharat cumpriria o acordo.

Na sexta-feira passada, a pedido da CPI da Covid, a Polícia Federal apreendeu documentos na sede da Precisa.

Documentos apreendidos pela PF indicam que compra da vacina Covaxin não tinha garantia - Metro 1