Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

Política

Com assédio do PT ao MDB baiano, Bruno Reis diz que vai lutar para manter aliados

Prefeito diz que vai manter partido gravitando sobre a esfera municipal

Com assédio do PT ao MDB baiano, Bruno Reis diz que vai lutar para manter aliados

Foto: Betto Jr - Prefeitura de Salvador

Por: André Uzêda no dia 18 de outubro de 2021 às 11:54

O PT da Bahia declaradamente busca se aproximar do MDB, de olho nas eleições de 2022. O xadrez político começou a se mover com a possibilidade de Jair Bolsonaro ingressar no PP para disputar a reeleição. O governador Rui Costa já declarou que, se isso acontecer, dificilmente os progressistas continuam na base petista. A busca por novos aliados colocou o MDB no radar. 

A questão é que a sigla, em Salvador, apoia a prefeitura de Bruno Reis (DEM) e está inclinada a apoiar a candidatura de ACM Neto ao Palácio de Ondina. Em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia, Jaques Wagner (PT) falou da pretensão de atrair os novos aliados. 

Em coletiva nesta segunda-feira (18), sobre requalificação de espaços públicos, Reis falou sobre a relação com o MDB. Ele prometeu lutar para manter os aliados gravitando na esfera municipal. “O MDB foi e tem sido parceiro nosso nas últimas eleições, inclusive com forte representação na política da nossa cidade e estado. Na condição de prefeito, de parceiro do MDB, vamos trabalhar pela manutenção desse apoio”, disse.

 

Com assédio do PT ao MDB baiano, Bruno Reis diz que vai lutar para manter aliados - Metro 1