Quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Política

Ala da União Brasil defende aliança com Moro na eleição de 2022

Presidente do PSL, Luciano Bivar já disse que pode ser pré-candidato à Presidência pelo novo partido caso não haja uma opção melhor

Ala da União Brasil defende aliança com Moro na eleição de 2022

Foto: Reprodução/Instagram/@sf_moro

Por: Metro1 no dia 26 de novembro de 2021 às 10:39

Deputados do PSL, partido que se fundirá ao DEM de ACM Neto para criar a União Brasil, pressionam para que a futura sigla apoie o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) na disputa pela Presidência da República no ano que vem. Um grupo desses parlamentares jantou com o pré-candidato na quarta-feira (24), segundo o jornal Folha de S. Paulo.

No DEM, embora haja resistências de políticos ao ex-juiz, a própria cúpula do partido também não descarta apoiá-lo caso ele cresça nas pesquisas.

Por outro lado, enquanto a cúpula do partido discute se terá candidato próprio ou apoiará outro nome, o presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), afirmou, em reunião com dirigentes na terça (23), que ele mesmo pode ser pré-candidato pela União Brasil caso não haja uma opção melhor.

Nos bastidores, Bivar está sendo pressionado a apoiar Moro e foi estimulado a buscar compor uma chapa com ele, como alternativa.

Atualmente, a União Brasil tem apenas um nome apontado como presidenciável: o do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Mas mesmo internamente aliados dele reconhecem a dificuldade de ele se viabilizar e defendem que o partido apoie alguém competitivo.

Ala da União Brasil defende aliança com Moro na eleição de 2022 - Metro 1