Quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Política

"Doria entra na corrida eleitoral com todas as condições de vencer", diz Imbassahy

Ex-governador da Bahia aposta em candidatura competitiva do gestor tucano, de quem hoje é secretário especial

"Doria entra na corrida eleitoral com todas as condições de vencer", diz Imbassahy

Foto: Reprodução/YouTube

Por: Alexandre Santos no dia 30 de novembro de 2021 às 08:58

O secretário especial do governador paulista João Doria (PSDB), Antonio Imbassahy, afirmou nesta terça-feira (30) que o gestor tucano entrará na corrida presidencial 2022 com todas as condições de vencer o pleito, a exemplo do que fez nas prévias do partido, quando derrotou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o ex-prefeito de Manaus (AM),  Arthur Virgílio.

Em entrevista à Rádio Metropole, o ex-governador da Bahia e ex-prefeito de Salvador afirmou, no entanto, que a disputa com o político gaúcho foi muito dura.  “Ele [Eduardo Leite] teve o apoio de seis ex-presidentes nacionais do PSDB. Não é pouca coisa. Ele teve o apoio também de outras agremiações partidárias. Teve ainda, por trás de tudo isso, um circuito aí de emendas, de liberação de recursos, via governo federal, exatamente para combater a candidatura do Doria. Todo mundo sabe que o João Doria é um candidato muito competitivo. Ele entrou nas prévias para vencer as prévias”, declarou ao apresentador Mário Kertész

Confirmado o revés nas prévias, Eduardo Leite parabenizou Doria, mas recusou convite para coordenar sua campanha ao Planalto. Nos bastidores, especula-se que a cúpula do União Brasil já teria iniciado conversas a fim de atrair o governador gaúcho para uma possível filiação ao partido, onde se lançaria como presidenciável.

Imbassahy, por sua vez, minimiza tal hipótese ao afastar a possibilidade de uma racha na sigla. “Nós estamos trabalhando articulando a harmonização do partido, a unidade do partido. Já no domingo, eu conversava com os dois deputados federais do Rio Grande do Sul, os principais deputados federais ligados ao governador Eduardo Leite, o Lucas Redecker e o Daniel da TV, e já temos agendados encontros. Essa construção não acredito que vá ser muito difícil”, disse. 

“Tem muita notícia de jornal, mas nós estamos conversando. O próprio Eduardo Leite, durante a convenção no domingo, eu conversei com ele rapidamente, o pronunciamento dele também foi muito sugestivo, está disposto a fazer conversações e a participar do processo da campanha do João Doria”, acrescentou.

Indagado sobre como a entrada de Sergio Moro (Podemos) afeta o tabuleiro eleitoral dos nomes da chamada terceira via, Imbassahy diz que Doria atambém está diposto a dialogar com o ex-juiz e ex-ministro de Bolsonaro.

 “Uma das conversações será com o ex-juiz Moro, que se coloca agora no protagonismo das eleições presidenciais. Ele é uma pessoa que tem um segmento da sociedade brasileira que o admira pelo trabalho que ele realizou na Lava Jato. Ele, no domingo, já fazia um contato com João Doria. Vamos conversar com Moro, com todos eles", afirmou o secretário. 

 

"Doria entra na corrida eleitoral com todas as condições de vencer", diz Imbassahy - Metro 1