Segunda-feira, 04 de julho de 2022

Política

Apreciação de veto de Bolsonaro à Lei Paulo Gustavo ocorre um ano após morte do ator

Para que o veto seja derrubado é necessária a maioria absoluta dos votos, ou seja, 257 de deputados e 41 de senadores

Apreciação de veto de Bolsonaro à Lei Paulo Gustavo ocorre um ano após morte do ator

Foto: Divulgação

Por: Metro1 no dia 04 de maio de 2022 às 10:56

Na quinta-feira (5), deputados e senadores irão decidir, em sessão conjunta, se vão manter ou não o veto do presidente Jair Bolsonaro à Lei Paulo Gustavo. A apreciação do veto ocorre exatamente um ano após a morte do ator. 

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a lei destina R$ 3,86 bilhões de dinheiro federal, proveniente do Fundo Nacional de Cultura, para estados e municípios ajudarem o setor cultural a se recuperar da crise causada pela pandemia. Dessa verba, R$ 2,79 bilhões seriam voltados à área audiovisual, enquanto R$ 1,06 bilhão iria para ações emergenciais. 

Para que o veto seja derrubado é necessária a maioria absoluta dos votos, ou seja, 257 de deputados e 41 de senadores. 

A lei foi batizada em homenagem ao ator e humorista Paulo Gustavo, que morreu em decorrência da Covid-19.

Apreciação de veto de Bolsonaro à Lei Paulo Gustavo ocorre um ano após morte do ator - Metro 1