Política

STF autoriza terceiro inquérito para investigar Eduardo Cunha na Lava Jato

O ministro Teori Zavascki autorizou a abertura de um terceiro inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no âmbito da Operação Lava Jato. O parlamentar é suspeito de ter recebido propina do consórcio formado por Odebrecht, OAS e Carioca Christiani Nielsen Engenharia.[Leia mais...]

[STF autoriza terceiro inquérito para investigar Eduardo Cunha na Lava Jato]
Foto : Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 08 de Março de 2016 ⋅ 08:50

STF autoriza terceiro inquérito para investigar Eduardo Cunha na Lava Jato

O ministro Teori Zavascki autorizou a abertura de um terceiro inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no âmbito da Operação Lava Jato.

O parlamentar é suspeito de ter recebido propina do consórcio formado por Odebrecht, OAS e Carioca Christiani Nielsen Engenharia – que atuava na obra do Porto Maravilha – no montante de cerca de R$ 52 milhões.

O ministro atendeu ao pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que pretende investigar o deputado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Além de autorizar a abertura do inquérito, o ministro Teori Zavascki também sinalizou favorável à coleta de provas por parte dos investigadores.

Notícias relacionadas

[STJ concede prisão domiciliar a ex-assessor Fabrício Queiroz]
Política

STJ concede prisão domiciliar a ex-assessor Fabrício Queiroz

Por João Brandão no dia 09 de Julho de 2020 ⋅ 16:28 em Política

Investigado por participação em esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), onde Flávio Bolsonaro ocupou cadeira de deputado, Queiroz est...

[Bolsonaro ironizava uso de máscara: 'Coisa de viado']
Política

Bolsonaro ironizava uso de máscara: 'Coisa de viado'

Por Metro1 no dia 08 de Julho de 2020 ⋅ 09:02 em Política

O uso de máscara é recomendado para todas as pessoas, independente da orientação sexual, pois diminui a taxa de transmissão do vírus que causa a Covid-19