Política

"Eles querem viajar para Miami, eu viajo pelo Brasil", declara Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um discurso inflamado nesta sexta-feira (18) para milhares de manifestantes na Avenida Paulista, em São Paulo. Ao lado de correligionários e militantes, Lula conclamou a população para tentar retirar o país da crise política e econômica que se encontra. "Se a gente não conseguir convencer as pessoas a mudarem de ideia, a gente tem que convencer que a democracia é acatar a maioria do voto do povo brasileiro", declarou. [Leia mais...]

[
Foto : Ricardo Stuckert Filho/Instituto Lula (arquivo)

Por Matheus Simoni no dia 18 de Março de 2016 ⋅ 19:54

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um discurso inflamado nesta sexta-feira (18) para milhares de manifestantes na Avenida Paulista, em São Paulo. Ao lado de correligionários e militantes, Lula conclamou a população para tentar retirar o país da crise política e econômica que se encontra. "Se a gente não conseguir convencer as pessoas a mudarem de ideia, a gente tem que convencer que a democracia é acatar a maioria do voto do povo brasileiro", declarou.

Lula adotou tom afiado e fez duras críticas aos oposicionistas que, segundo ele, não aceitam os resultados das eleições. "Eles, que se dizem pessoas estudadas, sociais democráticas, não aceitaram o resultado. Estão atrapalhando a presidenta Dilma a governar esse país", afirmou o ex-presidente.

"Vestem verde e amarelo porque acham que são mais brasileiro do que nós. Corte uma veia para ver se sai sangue vermelho como o nosso? Eles querem viajar para Miami, eu viajo para o Rio Grande do Norte, para a Bahia, eu viajo pelo Brasil", concluiu.

Notícias relacionadas