Política

Ministro do Justiça promete empenho para coibir vazamentos em operações

O novo ministro da Justiça, Eugênio Aragão, afirmou que caso perceba qualquer indício de vazamentos ilegais de informações da Operação Lava Jato, tem prerrogativas para trocar toda a equipe da investigação da Polícia Federal. Em entrevista à Folha de S. Paulo divulgada neste sábado (19), o ministro declarou que "não precisa ter prova" da conduta indesejada para tomar providências ligadas às operações deflagradas pela Polícia Federal. [Leia mais...]

[Ministro do Justiça promete empenho para coibir vazamentos em operações]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 19 de Março de 2016 ⋅ 08:30

O novo ministro da Justiça, Eugênio Aragão, afirmou que caso perceba qualquer indício de vazamentos ilegais de informações da Operação Lava Jato, tem prerrogativas para trocar toda a equipe da investigação da Polícia Federal. Em entrevista à Folha de S. Paulo divulgada neste sábado (19), o ministro declarou que "não precisa ter prova" da conduta indesejada para tomar providências ligadas às operações deflagradas pela Polícia Federal.

"Cheirou vazamento de investigação por um agente nosso, a equipe será trocada, toda. Não preciso ter prova. A Polícia Federal está sob nossa supervisão", disse o novo ministro. Ainda de acordo com o ministro, isso não significa que ele terá uma possível influência nas decisões da Lava Jato. "Não tenho essa prerrogativa, essa competência", pontuou o ministro, um dia depois de tomar posse no cargo.

Notícias relacionadas