Política

PGR encaminha petições com citações a Dilma, Temer, Lula e Aécio ao STF

A Procuradoria Geral da República (PGR) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) 20 petições em que fatia a delação do senador Delcídio do Amaral (PT-MS). Segundo o órgão, cada petição equivale a um termo de colaboração do senador. Nas petições, são citados, entre outros políticos, a presidente Dilma Rousseff; o vice-presidente Michel Temer; o ex-presidente Lula; o principal líder da oposição, senador Aécio Neves (PSDB-MG).[Leia mais...]

[PGR encaminha petições com citações a Dilma, Temer, Lula e Aécio ao STF]
Foto : Agência PT/Ag?ncia Brasil/Instituto Lula

Por Matheus Simoni no dia 23 de Março de 2016 ⋅ 13:53

A Procuradoria Geral da República (PGR) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) 20 petições em que fatia a delação do senador Delcídio do Amaral (PT-MS). Segundo o órgão, cada petição equivale a um termo de colaboração do senador. Nas petições, são citados, entre outros políticos, a presidente Dilma Rousseff; o vice-presidente Michel Temer; o ex-presidente Lula; o principal líder da oposição, senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Este instrumento é o que antecede o pedido de abertura de inquérito, a partir do qual o ministro relator da Lava-Jato na Suprema Corte, Teori Zavascki, decidirá se autoriza ou não as investigações das autoridades com foro privilegiado. Dentre as petições encaminhadas, duas sugerem a remessa de termos de colaboração do senador petista para a primeira instância da Justiça Federal, por envolver citados sem foro privilegiado.

No caso de outras cinco petições, a sugestão é que os depoimentos do delator sejam anexados a inquéritos já em curso no STF. A delação de Delcídio foi homologada no último dia 14 de março. A partir de agora, Dilma, Temer e Aécio devem ser alvo de investigação no STF, a partir das acusações feitas por Delcídio.

Notícias relacionadas