Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quinta-feira, 18 de abril de 2024

Home

/

Notícias

/

Política

/

Governo aponta tentativa de “guerra santa” em ato de Bolsonaro e prepara reação

Política

Governo aponta tentativa de “guerra santa” em ato de Bolsonaro e prepara reação

Ato promovido pelo ex-presidente Jair Bolsonaro levou mais de 185 mil pessoas às ruas em São Paulo

Governo aponta  tentativa de “guerra santa” em ato de Bolsonaro e prepara reação

Foto: Divulgação/ Lucas Saba/Gazeta do Povo

Por: Metro1 no dia 26 de fevereiro de 2024 às 10:12

O Palácio do Planalto avalia que o ato pró-Bolsonaro realizado neste domingo (25) tem como uma de suas estratégias inflamar uma "guerra santa" entre evangélicos e religiosos em geral conta o atual governo no presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As informações são da CNN.

Ainda segundo a CNN, um  auxiliar direto do presidente teria afirmado que a tentativa de Bolsonaro  (PL) e da oposição é de se aproveitas das últimas declarações de Lula e colocar religiosos de lado contrário.  Durante o ato de domingo, o pastor Silas Malafaia disse que Lula foi  “único presidente de um país democrático que recebeu elogios de terroristas assassinos do Hamas”.

Outras estratégias  também são apontadas.Uma delas seria a de reforçar um discurso de "perseguição política" por parte do Supremo Tribunal Federal (STF) e governo contra Bolsonaro ao acusar de tentativa de golpe. A outra seria a de construir uma tese de que o ministro Alexandre de Moraes fosse impedido de julgar casos que envolvem o ex-mandatário devido ao magistrado ser citado como um dos supostos alvos.

Nas próximas semanas o Palácio do Planalto deverá  anunciar ações, como um recuo na medida anunciada pela Receita Federal que anulou ato no governo Bolsonaro responsável por ampliar a isenção de tributos pagos por igrejas sobre “prebendas” a líderes religiosos — como pastores evangélicos e padres católicos.