Política

Feira de Santana: José Ronaldo lidera corrida eleitoral com 64%, Zé Neto tem 14%

De acordo com uma pesquisa encomendada pela TV Subaé ao Ibope e divulgada na segunda-feira (22), o atual prefeito e candidato à reeleição em Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), lidera a corrida eleitoral com 64% das intenções de voto, seguido pelo deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT), com 14% da intenção de votos. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Matheus Morais no dia 23 de Agosto de 2016 ⋅ 11:55

De acordo com uma pesquisa encomendada pela TV Subaé ao Ibope e divulgada na segunda-feira (22), o atual prefeito e candidato à reeleição em Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), lidera a corrida eleitoral com 64% das intenções de voto, seguido pelo deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT), com 14% da intenção de votos. Em terceiro lugar aparece o candidato do Psol, Jhonatas Monteiro, com 8% dos votos. Os candidatos Ângelo Almeida (PSB), Jairo Carneiro (PP) e Leonardo Pedreira (PCO) têm 1% cada um.

O petista Zé Neto é o mais rejeitado entre os concorrentes com 425, seguido por Jairo Carneiro, 21% e Jhonatas Monteiro, 17%.  Ângelo Almeida e José Ronaldo apresentam rejeição de 16%. Já Leonardo Pedreira tem rejeição de 15%. A pesquisa foi realizada entre 18 e 20 de agosto e ouviu 504 eleitores. A margem de erro é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%. O levantamento foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 08304/2016.

Notícias relacionadas

[Bolsonaro assina desfiliação do PSL]
Política

Bolsonaro assina desfiliação do PSL

Por Kamille Martinho no dia 19 de Novembro de 2019 ⋅ 18:21 em Política

Informação foi confirmada pelos advogados do presidente, Karina Kufa e Admar Gonzaga

[Flávio Bolsonaro pede desfiliação do PSL]
Política

Flávio Bolsonaro pede desfiliação do PSL

Por Lara Curcino no dia 19 de Novembro de 2019 ⋅ 14:41 em Política

O senador já havia anunciado que deixaria a legenda para se aliar a partido que o pai quer criar