Política

Eleições 2016: "Quem morre de véspera é peru", diz Bacelar sobre ACM Neto

Sobre as eleições municipais, o deputado federal e presidente do PTN na Bahia, João Carlos Bacelar, comentou ao Metro1, neste domingo (4), durante a inauguração da segunda etapa da Linha Vermelha (BR-Águas Claras), a disputa de ACM Neto (DEM) e Alice Portugal (PCdoB) para a prefeitura de Salvador. Para Bacelar, vai ter segundo turno em Salvador. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Jessica Galvão e Gabriel Nascimento no dia 04 de Setembro de 2016 ⋅ 14:15

Sobre as eleições municipais, o deputado federal e presidente do PTN na Bahia, João Carlos Bacelar, comentou ao Metro1, neste domingo (4), durante a inauguração da segunda etapa da Linha Vermelha (BR-Águas Claras), a disputa de ACM Neto (DEM) e Alice Portugal (PCdoB) - com o apoio do PT - para a prefeitura de Salvador. Para Bacelar, vai ter segundo turno em Salvador.

"Sem dúvidas a situação do prefeito é uma situação privilegiada. Mas, a eleição é dia 2 de outubro e só se encerra as 17h. O PT tem na cidade de Salvador, sempre teve tradicionalmente, 30% dos votos. Se a gente mantiver isso, e as candidaturas de Cláudio Silva, de Isidório, conseguirem alguma musculatura, nós vamos ter segundo turno em Salvador", falou. Na ocasião, Bacelar disse ainda que "quem morre de véspera é peru", se referindo a ACM Neto, que pode estar contando com a vitória antes do tempo. 

Leia também:

>>Impeachment foi "golpe" com "características legais", diz deputado Bacelar
>>Rui Costa acusa juíza de não ser imparcial em liminares de Neto contra Alice
>>Linha Vermelha: "Orgulho e alegria de ver a felicidade das pessoas", diz Rui
>>Rui Costa diz que "há possibilidade sim" de Jaques Wagner assumir FLEM

Notícias relacionadas

[Lava Jato: 64ª fase mira André Esteves]
Política

Lava Jato: 64ª fase mira André Esteves

Por Alexandre Galvão no dia 23 de Agosto de 2019 ⋅ 08:32 em Política

Um dos alvos seria o banqueiro e dono do BTG, André Esteves. A casa e a sede do banco de Esteves são alvos de busca e apreensão

[MPF dá 10 dias para governo explicar censura na Ancine]
Política

MPF dá 10 dias para governo explicar censura na Ancine

Por Kamille Martinho no dia 22 de Agosto de 2019 ⋅ 19:30 em Política

Os procuradores requisitam informações sobre a suspensão do edital e sobre a decisão de não aprovar projetos audiovisuais relacionados a temáticas LGBT