Política

Depoimento de Marcelo Odebrecht contra chapa Dilma-Temer é autorizado no TSE

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamim autorizou nesta quarta-feira (22) o depoimento do empresário Marcelo Odebrecht, um dos delatores da Operação Lava Jato, na ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer. A expectativa é que a oitiva seja realizada no dia 1º de março na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Marcelo está preso. [Leia mais...]

[Depoimento de Marcelo Odebrecht contra chapa Dilma-Temer é autorizado no TSE]
Foto : Agência Brasil

Por Yasmin Garrido no dia 22 de Fevereiro de 2017 ⋅ 15:06

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamim autorizou nesta quarta-feira (22) o depoimento do empresário Marcelo Odebrecht, um dos delatores da Operação Lava Jato, na ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer. A expectativa é que a oitiva seja realizada no dia 1º de março na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Marcelo está preso.

As contas da campanha da ex-presidente Dilma Rousseff e de seu vice, o presidente Michel Temer, foram aprovadas com ressalvas pelo tribunal, em dezembro de 2014. No entanto, o PSDB solicitou a reabertura do processo e alegou irregularidades nas contas apresentadas por Dilma. De acordo com o TSE, a prestação de contas de presidente e vice é julgada em conjunto.

A defesa de Dilma Rousseff negou que tenha havido qualquer irregularidade e defendeu que todo o processo de contratação das empresas foi monitorado e documentado. Já os advogados do presidente Michel Temer questionou a vinculação das contas e disse que a campanha eleitoral do PMDB não tem relação com os pagamentos suspeitos.

Notícias relacionadas