Política

Marcelo Odebrecht depõe por 4h em ação de cassação da chapa Dilma-Temer

O depoimento do ex-presidente da Odebrecht S.A Marcelo Odebrecht ao corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Herman Benjamin, teve duração de aproximadamente quatro horas. A audiência começou por volta das 14h30 desta quarta-feira (1º), na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), em Curitiba, e terminou por volta das 18h30. [Leia mais...]

[Marcelo Odebrecht depõe por 4h em ação de cassação da chapa Dilma-Temer]
Foto : EBC/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 01 de Março de 2017 ⋅ 19:57

O depoimento do ex-presidente da Odebrecht S.A Marcelo Odebrecht ao corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Herman Benjamin, teve duração de aproximadamente quatro horas. A audiência começou por volta das 14h30 desta quarta-feira (1º), na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), em Curitiba, e terminou por volta das 18h30. O conteúdo do depoimento será mantido sob sigilo.

Marcelo Odebrecht chegou ao prédio escoltado por policiais federais, cerca de meia-hora antes do horário previsto para o início da oitiva (14h30). Para evitar o assédio de jornalistas e curiosos que se aglomeram diante da sede do tribunal, o comboio entrou pela garagem do edifício. Condenado a 19 anos e quatro meses de prisão por participação no esquema investigado pela Operação Lava Jato e réu em outras ações penais, Marcelo é ex-presidente da construtora Odebrecht e está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR) desde junho de 2015. Benjamin fará questionamentos sobre as contribuições financeiras da empreiteira para a última campanha presidencial.

Notícias relacionadas