Política

Gilmar Mendes critica vazamento da 'lista de Janot' e fala em anulação de provas

Nesta terça-feira (21), durante sessão da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Gilmar Mendes criticou o vazamento dos nomes mencionados na "lista de Janot" e falou em anulação de provas ilícitas nos processos da Corte. [Leia mais...]

[Gilmar Mendes critica vazamento da 'lista de Janot' e fala em anulação de provas]
Foto : Reprodução/Twitter

Por Yasmin Garrido no dia 21 de Março de 2017 ⋅ 17:35

Nesta terça-feira (21), durante sessão da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Gilmar Mendes criticou o vazamento dos nomes mencionados na "lista de Janot", que contém os pedidos de abertura de inquérito no âmbito da Operação Lava Jato feitos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

O ministro, referindo-se à coluna da Ombudsman do jornal "Folha de S.Paulo", Paula Cesarino Costa, publicada no último domingo (19), disse que a Procuradoria Geral da República foi a responsável pelo vazamento ilícito do conteúdo da "lista de Janot" durante uma "entrevista em off" a jornalistas.

"Respeitem a lei. Não há nenhuma dúvida de que aqui está narrado um crime. A Procuradoria não está acima da lei", disse Gilmar. O ministro ainda ressaltou que provas colhidas de maneira ilegal devem ser descartadas do processo. "Os vazamentos têm propósito destrutivo e podem se tratar de chantagem explícita com o objetivo de desmoralizar a autoridade pública", declarou.

A afirmação sobre a inutilidade das provas ilícitas nos processos foi feita pelo ministro sem fazer referência direta aos pedidos de inquérito da Procuradoria na Lava Jato e logo após críticas à divulgação de áudio que envolveu o ministro da Justiça, Osmar Serraglio, na Operação Carne Fraca.

Notícias relacionadas

[Câmara dos Deputados articula manter DPVAT]
Política

Câmara dos Deputados articula manter DPVAT

Por Kamille Martinho no dia 20 de Novembro de 2019 ⋅ 14:20 em Política

O governo federal anunciou na semana passada que vai acabar com o seguro obrigatório para veículos

[STF determina novo afastamento de Mário Negromonte do TCM-BA]
Política

STF determina novo afastamento de Mário Negromonte do TCM-BA

Por Matheus Simoni no dia 20 de Novembro de 2019 ⋅ 08:02 em Política

Ele é acusado de ter aceitado, em 2011, a promessa do pagamento de R$ 25 milhões de empresários relacionados ao Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veícul...