Política

Temer nega envolvimento em irregularidades citadas em delação da Odebrecht

O presidente Michel Temer negou, em nota divulgada na noite da última quarta-feira (12), ter se reunido com o ex-presidente da Odebrecht Industrial Márcio Faria, em 2010, para tratar de doações ao PMDB, como teria dito o executivo em delação premiada. [Leia mais...]

[Temer nega envolvimento em irregularidades citadas em delação da Odebrecht]
Foto : Alan Santos / PR

Por Laura Lorenzo no dia 13 de Abril de 2017 ⋅ 07:13

O presidente Michel Temer negou, em nota divulgada na noite da última quarta-feira (12), ter se reunido com o ex-presidente da Odebrecht Industrial Márcio Faria, em 2010, para tratar de doações ao PMDB, como teria dito o executivo em delação premiada.

Em seu depoimento, Faria afirmou que o encontro ocorreu no escritório de Temer em São Paulo, e o pagamento ao partido seria em troca de facilitar a participação da Odebrecht em projetos da Petrobras.

“O presidente Michel Temer jamais tratou de valores com o senhor Márcio Faria. A narrativa divulgada hoje não corresponde aos fatos e está baseada em uma mentira absoluta. O que realmente ocorreu foi que, em 2010, na cidade de São Paulo, Faria foi levado ao presidente pelo então deputado Eduardo Cunha. A conversa, rápida e superficial, não versou sobre valores ou contratos na Petrobras. E isso já foi esclarecido anteriormente, quando da divulgação dessa suposta reunião”, diz a nota divulgada pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República.

Na época, Temer era deputado federal e candidato a vice-presidente em chapa com Dilma Rousseff.

Notícias relacionadas