Política

Vereador entra com representação no MP questionando licitação da Orla da Barra

A Orla da Barra foi desenvolvida pela Prado Valladares, acabou sendo executado pela construtora Odebrecht, que venceu a licitação em 2013, e a regularidade do processo tem sido questionada por parlamentares. [Leia mais...]

[Vereador entra com representação no MP questionando licitação da Orla da Barra]
Foto : Divulgação

Por Laura Lorenzo e Matheus Morais no dia 24 de Abril de 2017 ⋅ 16:55

A Orla da Barra foi desenvolvida pela Prado Valladares, acabou sendo executado pela construtora Odebrecht, que venceu a licitação em 2013, e a regularidade do processo tem sido questionada por parlamentares. Nesta segunda-feira (24), o vereador José Trindade entrou com uma representação no Ministério Público para que a licitação seja investigada. De acordo com ele, a denuncia é baseada em diversos indícios recentes.

A relação da Prefeitura de Salvador com a Odebrecht passou a ser questionada pela Operação Lava Jato, após o ex-diretor da empresa na Bahia, André Vital, informar que entregou, em dinheiro vivo, R$ 1,8 milhão para o caixa 2 da campanha de ACM Neto a prefeito, em 2012.

'Fizemos a representação no Ministério Público baseado não só nessas ultimas delações. Benedicto Júnior e André Vital disseram, eles mesmo que fizeram a obra, que houve ilicitude no processo licitatório. Mais Rodrigo Janot que ja iniciou em função das regularizações da obras. E a própria vice-prefeita do município [Célia Sacramento ] na gestão em que a obra ocorreu foi a primeira a levantar essa suspeita. Em função disso tudo nós entendemos que o Ministério Público tem que investigar e, achando indícios, fazer uma representação junto ao Tribunal de Justiça da Bahia contra o prefeito [ACM Neto]', disse.

Notícias relacionadas