Política

Advogado de Temer alega "conflito de interesses" e abandona defesa do presidente

criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira decidiu renunciar à defesa do presidente Michel Temer. A decisão havia sido comunicada na última sexta-feira (15), durante reunião em São Paulo na casa do peemedebista, mas só se tornou pública nesta sexta-feira (22) [Leia mais...]

[Advogado de Temer alega
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 22 de Setembro de 2017 ⋅ 08:31

O criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira decidiu renunciar à defesa do presidente Michel Temer. A decisão havia sido comunicada na última sexta-feira (15), durante reunião em São Paulo na casa do peemedebista, mas só se tornou pública nesta sexta-feira (22).

De acordo com publicação do Estadão, segundo Mariz, o motivo da saída é o conflito de interesses, já que o advogado já defendeu um dos delatores do presidente, o doleiro Lúcio Funaro – suas revelações são peça importante na segunda flechada que o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot lançou contra Temer, por organização criminosa e obstrução de Justiça.

Notícias relacionadas