Política

Cármen Lúcia decide manter com Fachin pedido de Aécio para retornar ao mandato

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, rejeitou um pedido feito pela defesa do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) para redistribuir o mandado de segurança apresentado à Corte. A ação, protocolada na última segunda-feira (2), pedia a suspensão do afastamento do tucano, determinado na semana passada pela Primeira Turma da Corte. [Leia mais...]

[Cármen Lúcia decide manter com Fachin pedido de Aécio para retornar ao mandato]
Foto : Lula Marques/AGPT

Por Matheus Simoni no dia 03 de Outubro de 2017 ⋅ 12:19

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, rejeitou um pedido feito pela defesa do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) para redistribuir o mandado de segurança apresentado à Corte. A ação, protocolada na última segunda-feira (2), pedia a suspensão do afastamento do tucano, determinado na semana passada pela Primeira Turma da Corte.

Segundo os advogados de Aécio, o ministro já havia despachado sobre o caso em maio, quando determinou, pela primeira vez, o afastamento de Aécio. No despacho, divulgado nesta terça-feira (3), Cármen Lúcia também manteve com Fachin um pedido do PSDB, semelhante ao de Aécio, para suspender o afastamento dele do Senado. "Deixo de acolher a manifestação da defesa e determino a manutenção deste mandado de segurança com o ministro Edson Fachin”, determinou a ministra.

Notícias relacionadas

['Bolsonaro atira pelas costas nos seus soldados', diz Bebianno]
Política

'Bolsonaro atira pelas costas nos seus soldados', diz Bebianno

Por Juliana Rodrigues no dia 19 de Agosto de 2019 ⋅ 12:20 em Política

Em entrevista ao Estadão, ex-ministro também disse acreditar que indicação de Eduardo Bolsonaro como embaixador serve para atender a um "capricho" do filho do presidente