Política

Temer diz que PGR é "associação criminosa" e procurador da Lava Jato rebate

O presidente Michel Temer usou sua conta no Twitter para justificar sua agenda com quase 50 deputados na última terça-feira (3), afirmando que é preciso "lidar com mais uma denúncia inepta e sem sentido proposta por associação criminosa que quis parar o país". [Leia mais...]

[Temer diz que PGR é
Foto : Agência Brasil/José Cruz/Marcelo Camargo

Por Matheus Simoni no dia 04 de Outubro de 2017 ⋅ 15:16

O presidente Michel Temer usou sua conta no Twitter para justificar sua agenda com quase 50 deputados na última terça-feira (3), afirmando que é preciso "lidar com mais uma denúncia inepta e sem sentido proposta por associação criminosa que quis parar o país". Esta segunda denúncia foi proposta pelo procurador Rodrigo Janot, quando ele ainda comandava a Procuradoria-Geral da República.

Também pelo Twitter, o procurador Deltan Dallagnol, que integra a força-tarefa da Operação Lava Jato, rebateu as críticas feitas por Temer. Confira:

 

Notícias relacionadas