Política

Primeira Turma do STF mantém condenação de Maluf a 7 anos de prisão

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou, por quatro votos a um, o recurso apresentado pela defesa do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) contra a condenação que imposta a ele em maio deste ano, a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado, além da perda do mandato na Câmara, pelo crime de lavagem de dinheiro. [Leia mais...]

[Primeira Turma do STF mantém condenação de Maluf a 7 anos de prisão]
Foto : Leonardo Prado/ Câmara dos Deputados

Por Laura Lorenzo no dia 10 de Outubro de 2017 ⋅ 15:58

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou, por quatro votos a um, o recurso apresentado pela defesa do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) contra a condenação que foi imposta a ele em maio deste ano, a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado, além da perda do mandato na Câmara, pelo crime de lavagem de dinheiro.

O ministro do STF e relator do caso, Edson Fachin, foi o primeiro a votar, em setembro, e se posicionou pela rejeição do recurso. O julgamento foi retomado nesta terça-feira (10) após pedido de vista do ministro Marco Aurélio Mello, que empatou a votação. Porém, Fachin foi seguido pelos outros ministros que compuseram a turma na sessão: Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux.

Apesar da condenação determinada em maio e da rejeição do recurso nesta terça, os ministros da Primeira Turma não determinaram a execução imediata da prisão em regime fechado nem a perda do mandato na Câmara. Maluf é acusado de lavagem de dinheiro devido a movimentações bancárias de US$ 15 milhões entre 1998 e 2006 em contas na ilha de Jersey, paraíso fiscal localizado no Canal da Mancha.

Notícias relacionadas