Política

Barroso pede que PF formule perguntas de interrogatório de Temer sobre decreto no setor de portos

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), solicitou, nesta quinta-feira (26), que a Polícia Federal (PF) formule as perguntas para o presidente Michel Temer em um inquérito que apura suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro na edição de um decreto do setor de portos.[Leia mais...]

[Barroso pede que PF formule perguntas de interrogatório de Temer sobre decreto no setor de portos]
Foto : Agência Brasil

Por Paloma Morais no dia 26 de Outubro de 2017 ⋅ 16:08

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), solicitou, nesta quinta-feira (26), que a Polícia Federal (PF) formule as perguntas para o presidente Michel Temer em um inquérito que apura suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro na edição de um decreto do setor de portos.

O ministro, que é relator do caso, registrou no despacho que a PF ainda não apresentou as questões para interrogar Temer, como foi autorizado no início deste mês.“Deste modo, intime-se a autoridade policial federal para que formule as perguntas, após o que determinarei a intimação do Excelentíssimo Senhor Presidente da República, e de seus patronos, para que apresente sua manifestação no prazo a ser fixado nessa oportunidade”, despachou Barroso.

Temer é suspeito de receber propina pela edição, neste ano, de um decreto que teria beneficiado a Rodrimar, concessionária no porto de Santos. A defesa de Temer e a Rodrimar negam.

O depoimento de Temer foi pedido em setembro pela nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Em ofício enviado ao STF nesta quarta (25), a defesa de Temer afirma que o presidente está disposto a responder às perguntas por escrito, como permitido por lei.

Notícias relacionadas

[Geddel Vieira Lima é diagnosticado com coronavírus]
Política

Geddel Vieira Lima é diagnosticado com coronavírus

Por João Brandão no dia 08 de Julho de 2020 ⋅ 18:03 em Política

Ex-vice-presidente da Caixa Econômica Federal, Geddel foi ministro nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e de Michel Temer e está preso desde 2017

[Bolsonaro ironizava uso de máscara: 'Coisa de viado']
Política

Bolsonaro ironizava uso de máscara: 'Coisa de viado'

Por Metro1 no dia 08 de Julho de 2020 ⋅ 09:02 em Política

O uso de máscara é recomendado para todas as pessoas, independente da orientação sexual, pois diminui a taxa de transmissão do vírus que causa a Covid-19