Política

Bruno Reis defende reajuste no IPTU e nega prejuízo ao comércio: \"Especulação imobiliária\"

Vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (PMDB) defendeu o aumento do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana (IPTU) sob a justificativa de que estava desatualizado, mesmo com a possibilidade do reajuste potencializar a maré de fechamento de estabelecimentos comerciais em Salvador, incluindo em shoppings centers. [Leia mais...]

[Bruno Reis defende reajuste no IPTU e nega prejuízo ao comércio: \
Foto : Luiza Leão/ Metropress

Por Luiza Leão e Paloma Morais no dia 26 de Outubro de 2017 ⋅ 18:30

Vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (PMDB) defendeu o aumento do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana (IPTU) sob a justificativa de que estava desatualizado, mesmo com a possibilidade do reajuste potencializar a maré de fechamento de estabelecimentos comerciais em Salvador, incluindo em shoppings centers.

\"A culpa não é do IPTU. Houve especulação imobiliária. Estamos mandando um novo projeto na Câmara para colocar mais uma trava para os terrenos e edifícios comerciais, agora, a crise no mercado imobiliário é da crise econômica. Pelo contrário, o IPTU vai estimular isso. Não houve aumento. Houve uma atualização da planta genérica. Se você ver, a população de classe média praticamente não sofreu. É para estimular a produção\", defendeu o vice, durante entrevista na Rádio Metrópole.

Notícias relacionadas