Política

ACM Neto volta a criticar relação com Rui Costa: "Governador tem a cintura dura"

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), falou da sua relação com o governador Rui Costa (PT), em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (27), e afirmou que o relacionamento poderia ser melhor. [Leia mais...]

[ACM Neto volta a criticar relação com Rui Costa:
Foto : Carla Orneles/GOVBA

Por Matheus Morais no dia 27 de Outubro de 2017 ⋅ 09:16

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), falou da sua relação com o governador Rui Costa (PT), em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (27), e afirmou que o relacionamento poderia ser melhor. Para o democrata, o petista "tem provocado situações que são absolutamente incompreensíveis". "Se a relação não é melhor, não é por minha causa. O governador tem a cintura dura. Você não vai ver de minha parte provocações. É claro que não vou deixar passar provocações dele. Agora, eu não sou falso, não vou ficar dando tapinha nas costas e falando mal por trás, não sou falso", ressaltou.

"Talvez o sonho do governador fosse ser prefeito de Salvador ou chefe do prefeito de Salvador. Quando ele se elegeu em 2014, eu disse que queria trabalhar junto, que tinha virado a página mas ele não quis. Eu resolvi o metrô em 2013, eu passei o metrô para o governo do estado e para o governo federal. Colocamos R$ 2,5 bilhão para viabilizar a equação econômica para o metrô. De nada adiantaria o metrô se não houvesse a integração. Eu determinei a integração, portanto, no essencial, houve não prejuízo para a cidade. Claro que a relação poderia ser muito melhor", analisou Neto.

Ainda sobre a relação com o governador, Neto ressaltou que "pode ser adversário na política, mas não precisa ser inimigo". "O governador é um cara meio fechado", classificou.

Notícias relacionadas

[Bruno Reis volta a elogiar Prates e nega conflitos]
Política

Bruno Reis volta a elogiar Prates e nega conflitos

Por João Brandão e Juliana Rodrigues no dia 11 de Dezembro de 2019 ⋅ 15:52 em Política

Vice-prefeito ironizou a possibilidade de Prates passar a integrar a base do governador Rui Costa (PT): "Só rindo, né?"