Política

Denúncias de Janot foram tentativa de impedir nomeação de novo chefe do MP, diz Temer

O presidente Michel Temer disse, nesta segunda-feira (6), que as duas denúncias feitas contra ele pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot eram uma tentativa de impedir sua influência na escolha do novo chefe do Ministério Público. [Leia mais...]

[Denúncias de Janot foram tentativa de impedir nomeação de novo chefe do MP, diz Temer]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 06 de Novembro de 2017 ⋅ 19:30

O presidente Michel Temer disse, nesta segunda-feira (6), que as duas denúncias feitas contra ele pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot eram uma tentativa de impedir sua influência na escolha do novo chefe do Ministério Público. O peemedebista se caracterizou como vítima de uma \"trama\" que \"pretendeu mergulhar o Brasil numa crise política\".

\"Urdiram muitas tramas, na verdade, para derrubar o presidente da República, derrubar o regime posto. As duas denúncias que foram desautorizadas pela Câmara, hoje está robustamente, relevantemente, fortemente demonstrado, era uma articulação que tinha um objetivo mesquinho, minúsculo, menor, de derrubar o governo para impedir o presidente de indiciar o sucessor daquele que ocupava a PGR\", disse ele.

Temer foi denunciado formalmente no âmbito da delação premiada do grupo JBS por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça.

Notícias relacionadas