Política

Edvaldo Brito critica CPMF: “Ninguém aguenta mais pagar imposto”

Em entrevista à Rádio Metrópole na manhã desta sexta-feira (28), o vereador e jurista Edvaldo Brito (PTB) falou sobre uma possível volta da Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira (CPMF) proposta pelo governo federal. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Matheus Morais no dia 28 de Agosto de 2015 ⋅ 10:00

Em entrevista à Rádio Metrópole na manhã desta sexta-feira (28), o vereador e jurista Edvaldo Brito (PTB) falou sobre uma possível volta da Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira (CPMF) proposta pelo governo federal. “Eu vejo que nós estamos descumprindo a magna carta, e por isso escolhi esse tema para agora de manhã, entro às 10h para a conferência sobre essa coisa horrosa dessa CPMF. Antes era um imposto chamado provisório, e dizíamos que nada de provisório existia em matéria de imposto, o imposto quando entra o governo passa a ficar acomodado e ele permanece”, afirmou.

“Agora querem criar novamente, alguns dizem que deve ser criado por conta da crise, acho que isso é um problema psicológico, isso atrasa o país.
Mas não é não, ninguém aguenta mais pagar o imposto, com crise ou sem crise. De modo que sou contra, vou lutar novamente como lutei antes e se criar vou derrubar novamente como antes”, acrescentou.

Segundo Edvaldo, quando o governo cria imposto nunca é provisório. “Mentira, o fim social começou com 0,5% terminou com 5%. Vai ser a mesma coisa aqui, depois os municípios, coitadinhos, vão soltar a constituição de 88”, disse.  

 

Notícias relacionadas

[Eduardo Bolsonaro desiste da embaixada nos EUA]
Política

Eduardo Bolsonaro desiste da embaixada nos EUA

Por Juliana Almirante no dia 23 de Outubro de 2019 ⋅ 07:40 em Política

No entanto, o terceiro filho do presidente negou que a conquista da liderança do PSL na Câmara Federal tenha sido o fator determinante para a decisão