Política

Em depoimento, Wesley Batista diz que não se arrepende de colaborar com a Justiça

O empresário Wesley Batista, um dos donos da JBS, afirmou em depoimento na manhã desta quarta-feira (8) à Comissão Mista de Inquérito (CPMI) da JBS, que não se arrepende de ter decidido colaborar com a Justiça brasileira. [Leia mais...]

[Em depoimento, Wesley Batista diz que não se arrepende de colaborar com a Justiça]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 08 de Novembro de 2017 ⋅ 12:32

O empresário Wesley Batista, um dos donos da JBS, afirmou em depoimento na manhã desta quarta-feira (8) à Comissão Mista de Inquérito (CPMI) da JBS, que não se arrepende de ter decidido colaborar com a Justiça brasileira. O empresário afirmou que o processo de colaboração com o Ministério Público Federal é "imprevisível e inseguro".

"O que vejo neste momento são colaboradores sendo punidos e perseguidos pelas verdades que disseram. As delações dos últimos anos fizeram o país olhar no espelho", ressaltou. O empresário disse ainda que acredita na Justiça brasileira e destacou que jamais descumpriu o acordo de delação celebrado com o Ministério Público.

Na oportunidade, Batista invocou a prerrogativa constitucional de permanecer calado – a exemplo do que fez o ex-diretor da J&F, Ricardo Saud – e segue sem responder às perguntas dos parlamentares.

Notícias relacionadas