Política

Com PHS rachado, Téo Senna aguarda "respaldo judicial" para se manter no partido

O Partido Humanista da Solidariedade (PHS), um dos partidos da base do prefeito ACM Neto (DEM) continua rachado. Como adiantado pelo Metro1, o novo comando do partido na Bahia está de malas prontas para a base do governador Rui Costa (PT). Questionado sobre a situação atual de racha no diretório, o vereador Teo Senna afirmou que o momento é de "aguardo" sobre a decisão. [Leia mais...]

[Com PHS rachado, Téo Senna aguarda
Foto : Divulgação

Por Paloma Morais e Matheus Morais no dia 13 de Novembro de 2017 ⋅ 16:51

O Partido Humanista da Solidariedade (PHS), um dos partidos da base do prefeito ACM Neto (DEM) continua rachado. Como adiantado pelo Metro1, o novo comando do partido na Bahia está de malas prontas para a base do governador Rui Costa (PT). Questionado sobre a situação atual de racha no diretório, o vereador Teo Senna afirmou que o momento é de "aguardo" sobre a decisão. De acordo com ele, nesta tarde ele se reúne com o ex-presidente estadual da sigla, Junior Muniz, além dos vereadores Isnard Araújo e Igor Kannário para tomarem uma posição se continuam ou não no PHS. Ele disse ainda estar ʹsurpresoʹ pela sigla ter trocado, outra vez, seu presidente, de Zé Raimundo para Edson Pimenta.

"Claro que [a situação] ainda não foi esclarecida. Estamos nos reunindo agora pra discutir qual o passo que nós vamos tomar. Na realidade, com essa mudança a gente fica muito preocupado com o que vai ser do partido... Qual a posição que os vereadores devem tomar. Como a gente não foi comunicado oficialmente por nenhum deles, inclusive o próprio Zé Raimundo, que fez o ofício me retirando da liderança, o próprio presidente [da Câmara, Leo Prates] fez um ofício pra ele dizendo que não justifica... Que o regimento não mostra que é possível tirar minha liderança. Mas vamos nos reunir, vamos continuar discutindo, a gente quer ficar no PHS por enquanto. Vai depender como vai ficar a presidência: se vai ter um respaldo judicial para que possa ou sair ou ficar", afirmou.

Senna declarou ainda que, mesmo com uma eventual mudança de "lado" no PHS, os vereadores permanecerão com ACM Neto. "São vereadores que se elegeram com essa base e os eleitores acreditaram nisso", falou.

Notícias relacionadas

['Bolsonaro atira pelas costas nos seus soldados', diz Bebianno]
Política

'Bolsonaro atira pelas costas nos seus soldados', diz Bebianno

Por Juliana Rodrigues no dia 19 de Agosto de 2019 ⋅ 12:20 em Política

Em entrevista ao Estadão, ex-ministro também disse acreditar que indicação de Eduardo Bolsonaro como embaixador serve para atender a um "capricho" do filho do presidente