Política

Prefeitura não fará parcelamento do IPTU em 2019e 2020, diz Paulo Souto

O secretário da Fazenda de Salvador, Paulo Souto, explicou um decreto publicado hoje pela Prefeitura de Salvador que informa que o Executivo municipal não fará o PPI, Programa de Parcelamento Incentivado, do IPTU, Imposto Predial e Territorial Urbano, nos anos de 2019 e 2020. {Leia mais...]

[Prefeitura não fará parcelamento do IPTU em 2019e 2020, diz Paulo Souto]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Matheus Morais no dia 15 de Março de 2018 ⋅ 13:00

O secretário da Fazenda de Salvador, Paulo Souto, explicou um decreto publicado hoje pela Prefeitura de Salvador que informa que o Executivo municipal não fará o PPI, Programa de Parcelamento Incentivado, do Imposto Predial e Territorial Urbano, nos anos de 2019 e 2020.

"Nós estamos com um PPI em vigência, mas nós não vamos mais fazer esse parcelamento, porque nós constatamos que a prefeitura realizou um PPI em 2015 e 2016, que tem contribuintes que pagam os atrasados e não pagam o PPI do ano vigente, atual. Você dá uma oportunidade de pagar, aí a pessoa paga e passa a dever novamente. Chamando atenção, quem está pagando o PPI de 2015 e está devendo 2016, 2017, 2018, terá o PPI rompido. Então, nós estamos avisando, quem fez isso tem uma oportunidade de entrar no novo PPI que está andamento", detalhou em entrevista à Rádio Metrópole. O aviso vai ser enviado por carta aos contribuintes.

Sobre a situação das finanças municipais, Souto revelou que a gestão soteropolitana tem a previsão de contratar mais R$ 900 milhões em operações de créditos com os bancos BNDES (Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e Bird (Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento). "Quando a prefeitura mandou para a Câmara algumas operações de crédito, criou-se uma história de endividamento irresponsável. Isso nao é verdade. Nosso limite de endividamente vai a quase R$ 6 bilhões, porque a relação da dívida com a receita está chegando a 19%. Nossa situação é extremamente confortável", declarou.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo