Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Temer manda Jungmann ao Rio para acompanhar investigação de morte de Marielle

Temer defendeu a intervenção federal feita no Rio de Janeiro, que completa um mês amanhã, e afirmou que a medida foi decretada "para acabar com banditismo desenfreado"

[Temer manda Jungmann ao Rio para acompanhar investigação de morte de Marielle]
Foto : Divulgação

Por Clara Rellstab no dia 15 de Março de 2018 ⋅ 17:00

O presidente Michel Temer (MDB) determinou que o ministro da Segurança, Raul Jungmann, vá ao Rio de Janeiro acompanhar pessoalmente as investigações sobre o assassinato da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL).

Em reunião de emergência convocada na manhã de hoje, o emedebista afirmou que o assassinato da socialista e de seu motorista Anderson Gomes "é inaceitável, inadmissível, como todos os demais assassinatos que ocorreram no Rio".

Temer defendeu a intervenção federal feita na cidade, que completa um mês amanhã, e afirmou que a medida foi decretada "para acabar com banditismo desenfreado que se instalou por conta das organizações criminosas".

Notícias relacionadas