Política

Vereador do PSOL é assaltado horas depois da execução de Marielle Franco

Renato Cinco, que visitou o local do homicídio, foi assaltado a cerca de 400 metros da esquina onde Marielle foi alvejada. [Leia mais...]

[Vereador do PSOL é assaltado horas depois da execução de Marielle Franco]
Foto : Reprodução / Facebook

Por Cristiele França no dia 16 de Março de 2018 ⋅ 08:56

Poucas horas depois da execução de Marielle Franco, na noite de quarta-feira, no bairro do Estácio, na Zona Norte do Rio, outro vereador do PSOL foi alvo de um crime na mesma região. Renato Cinco, que visitou o local do homicídio, foi assaltado a cerca de 400 metros da esquina onde a correligionária foi alvejada. A abordagem ocorreu logo depois que ele deixou uma vigília na sede do partido.

Renato passava de carro com a namorada pela Avenida Salvador de Sá, na Cidade Nova, quando quatro homens armados desceram de outro veículo e anunciaram o assalto, por volta das 2h da madrigada de ontem. Os bandidos tentaram levar o automóvel do casal, mas a chave quebrou na ignição. O bando fugiu com celulares e outros pertences do legislador e da namorada.

Em entrevista a Mário Kertesz, na manhã de hoje, o deputado federal Chico Alencar relatou que, em conversa com Renato Cinco, ele confidendciou que a primeira reação, ao se deparar com os criminosos, foi de que o ataque poderia ter alguma relação com o assassinato de Marielle Franco. "Após anunciarem o assalto ʹcomumʹ, ele disse que, por mais estranho que pareça, a sensação foi de alívio", destacou.

Notícias relacionadas