Política

Nogueira vê relação da intervenção militar ʹdesastrosaʹ do RJ com morte de Marielle

"Estamos consternados. Não dá para dissociar o assassinato dela do movimento político difícil que estamos vivendo, de avanço de ideias conservadoras, do autoritarismo e da supressão de liberdades civis", argumentou.

[Nogueira vê relação da intervenção militar ʹdesastrosaʹ do RJ com morte de Marielle]
Foto : Matheus Simoni/ Metropress

Por Clara Rellstab no dia 19 de Março de 2018 ⋅ 17:50

O presidente estadual do PSOL, Fábio Nogueira, conversou com a Rádio Metrópole sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco, na última quarta-feira (14), na capital fluminense.

"Estamos consternados. Não dá para dissociar o assassinato dela do movimento político difícil que estamos vivendo, de avanço de ideias conservadoras, do autoritarismo e da supressão de liberdades civis", argumentou.

Segundo Nogueira, o atentado à edil tem relação direta com a intervenção militar no Rio de Janeiro, a qual classificou como "desastrosa": "Cartada do presidente Michel Temer (MDB) para viabilizar a sua reeleição com o sangue dos cariocas".

O sociólogo reforçou o repúdio às fake news propagadas contra Marielle nas redes sociais, e solicitou que, quem identificar os autores das difamações, entre em contato com a sigla.

Cópias das postagens devem ser encaminhadas para o e-mail [email protected] – junto ao nome e link do perfil ou telefone de quem compartilhou.

Notícias relacionadas