Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Após apagão, Aleluia promete parecer sobre privatização da Eletrobras em abril

Em meio ao apagão que atingiu os estados do Norte e Nordeste, o parlamentar afirmou, durante seminário na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que “não terá dificuldade nenhuma” em submeter a proposta à aprovação ao plenário, caso seja demorada a fase preliminar de tramitação, que é de análise. [Leia mais...]

[Após apagão, Aleluia promete parecer sobre privatização da Eletrobras em abril]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Metro1 no dia 21 de Março de 2018 ⋅ 18:48

Relator do projeto de privatização da Eletrobrás na Câmara Federal, o deputado baiano José Carlos Aleluia (DEM) prometeu apresentar o parecer da matéria no próximo mês.

Em meio ao apagão que atingiu os estados do Norte e Nordeste, o parlamentar afirmou, durante o seminário “Setor Elétrico: Enfrentando os desafios”, na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que “não terá dificuldade nenhuma” em submeter a proposta à aprovação ao plenário, caso seja demorada a fase preliminar de tramitação, que é de análise.

Presente ao evento, o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, explicou como será a privatização da companhia. “Estamos privatizando através de uma capitalização. Nós não estamos vendendo sequer um papel da empresa. Estamos diluindo o capital da União”, declarou, ao apontar que os problemas da estatal são provenientes de “equívocos cometidos em 2017”.

Notícias relacionadas

[Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro]
Política

Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:05 em Política

Em conversa com apoiadores, presidente ainda responsabilizou governo do Amazonas e prefeitura de Manaus pelo caos na saúde da capital: "Todo mundo me culpa. Tudo sou eu"